Pesquisar este blog

29.4.17

Um textículo: "amarfanhado"


Morreu como viveu.
E nem nasceu.

Nenhum comentário: